A compulsão por jogos de azar pode gerar consequências graves para a vida do indivíduo e de sua família. De acordo com pesquisas, aproximadamente 10 milhões de brasileiros apresentam algum tipo de vício em jogos de azar. Entre os principais jogos causadores de compulsão, estão as máquinas de caça-níqueis, o poker, o bingo e a roleta.

Os sintomas do jogo compulsivo podem variar de acordo com cada caso, mas algumas características são comuns a todos aqueles que sofrem deste problema. Entre os principais sinais de alerta, podemos citar:

- Dificuldade em controlar a frequência e o tempo dedicado aos jogos;

- Uso de dinheiro destinado a outras necessidades para jogar;

- Preocupação constante com os jogos e com a possibilidade de ganhar dinheiro;

- Dificuldade em aceitar derrotas ou dar fim aos jogos mesmo após perder grandes quantias de dinheiro;

- Tendência a mentir sobre os jogos e suas consequências negativas;

- Dificuldade em realizar outras atividades sociais ou profissionais por causa dos jogos.

Caso você perceba algum desses sintomas em si mesmo ou em alguém próximo, é importante buscar ajuda especializada. O tratamento do vício em jogos de azar envolve acompanhamento psicológico e/ou psiquiátrico, apoio terapêutico em grupos de ajuda e medidas preventivas para evitar o acesso a jogos de azar.

Entre as principais formas de tratamento, podemos destacar:

- Aconselhamento terapêutico: ajuda a identificar as causas por trás do comportamento compulsivo, a desenvolver habilidades de controle de impulsos e a criar novas estratégias para lidar com situações de gatilho para jogos de azar.

- Psicoterapia: tratamento que visa o autoconhecimento, o equilíbrio emocional e a mudança de comportamentos prejudiciais para a saúde mental e física do indivíduo.

- Grupos de ajuda mútua: espaços de suporte e orientação com pessoas que também lutam contra o vício em jogos de azar. São importantes para o compartilhamento de experiências e a construção de uma rede de apoio social.

- Medidas preventivas: evitar o acesso a cartões de crédito, dinheiro em espécie e meios digitais de jogos pode ajudar a prevenir recaídas e a fortalecer a consciência do paciente em relação aos riscos de jogos de azar.

O jogo compulsivo é um problema de saúde que pode ser superado com apoio, incentivo e tratamento adequado. Sinta-se incentivado a buscar ajuda terapêutica se você ou alguém próximo apresenta sinais deste problema. A verdade é que o vício em jogos de azar pode ser tratado, e a saúde mental e financeira da pessoa pode ser recuperada a partir do reconhecimento dos sintomas e do encaminhamento para o tratamento adequado.